domingo, 7 de fevereiro de 2016

CONFUNDINDO DEUS COM IGREJA

No Rio Grande do Norte, um homem foi preso por depredar a fachada de um templo evangélico, quebrando sua vidraça. Em depoimento à polícia, o homem que mostrava sinais de embriaguez disse que estava cansado de "pedir coisas a Deus e não ser atendido." 

Caso como esse leva-nos a pensar sobre a maneira equivocada como muitos são ensinados a respeito de Deus. 

E é exatamente na igreja que se aprende sobre Ele. Assim, as pessoas associam a imagem de Deus a uma igreja ou a um templo religioso. Deus não tem nada a ver com igrejas ou templos, nem os pedidos e respostas de orações estarem ligadas às receitas que pastores ou líderes religiosos ensinam. 
Pastores da Igreja Mundial
 "ungindo" meias
para serem vendidas aos fieis. 

O grave perigo que isso representa para o ser humano, é de a fé, que é um dom de Deus, estar condicionada e limitada ao que se ensina nas igrejas. A decepção e a frustração pode levar ao esfriamento ou a perda da fé, quando não ocorre aquilo que os homens prometem no lugar de Deus aquilo que Deus nunca prometeu. 

Há muito mais descrentes por causa dos promotores de Deus, do que por uma descrença em Deus. Como sua imagem é associada a uma religião, daí surge uma "cobrança" indevida. Ninguém precisa de uma igreja ou de um templo sagrado para sentir a presença de Deus, ou para ter comunhão com Ele, nem precisa invocar sua presença por mecanismos sugeridos pelos homens, como se Deus fosse manipulado por apetrechos ou cerimônias orquestradas. 

Há muitos se afastando de igrejas por esperar de Deus o que as igrejas ensinam apenas para atrair a atenção e angariar fiéis para seus livros de registro. 

"Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?"

"Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente".


Não importa onde esteja. Não é o lugar físico onde a oração é feita, mas no recolhimento de alma. 

"O Deus que criou o Universo e tudo o que nele existe é o Senhor dos céus e da terra, e não habita em santuários produzidos por mãos humanas". Atos 17:24. 
Nesse caso, não seria correto pensar que Deus está aqui, ali ou acolá. Ele está em cada pessoa. 
"E onde estiverem dois ou três reunidos em nome dEle, ali Ele estará."  Mateus 18:20.

Essa declaração desconstrói a justificativa do homem que atacou um templo feito por mãos humanas, só porque Deus não atendia os seus pedidos. 

É preciso que o homem olhe a si mesmo e julgue-se a si mesmo como "o templo onde o espírito de Deus habita", e de que maneira se relaciona com Ele.