sábado, 4 de outubro de 2014

JÁ ESCOLHERAM POR VOCÊ?


O voto ainda é importante, apesar de a política ter se tornado tão desacreditada pelos desmandos e condescendência com o erro e a corrupção dos últimos tempos. Não podemos aceitar que a corrupção, apesar de fazer parte da dimensão humana, se torne uma "bandeira" defendida só por causa dos erros dos outros, e que a honestidade seja um diferencial. Os interesses políticos partidários não podem superar as estruturas da ética e da boa moral. A escolha de um candidato deve ser consciente e coerente com os princípios universais que a sociedade defende, pelos quais nossa história foi construída. 

Os valores cristãos nunca foram ameaça para a segurança, para as liberdades e para a harmonia social, pois é isso que esses valores imprimem. Como não tratar do tema "política" sem mencionar a religião, se os valores Cristãos são ameaçados de vários setores que estão ocupando espaço na sociedade também nas áreas jurídica e ideológica? É fato de que a filosofia Marxsista que parece uma seita tem dominado, sobretudo, a política de esquerda, aos poucos ganhando raízes em nosso país. É a filosofia que prega que o mundo está errado e que certo são os que pensam como eles. Essa filosofia confronta-se agressivamente aos princípios cristãos. A desconstrução desse princípio pode tornar a sociedade sem rumo, sem referência entre o certo e o errado, pois os valores se invertem de tanto que a corrupção aumenta e a verdade não encontra lugar. 



É preciso saber que linha o partido defende, que filosofia move suas ações por trás dos bastidores, pois, para muitos, o importante é o bem que se faz, independentemente de saber, que por trás de atos benfeitores, esconde-se o desastre social, o rompimento das estruturas familiares, e a institucionalização da rebeldia e o desrespeito à lei e à ordem. Talvez isso seja mais importante saber antes de votar, do que o número de pontes que foram construídas e pela falsa retirada de milhões da pobreza, que ainda amarga a miséria do analfabetismo e das poucas condições de subsistência por negligência das autoridades constituidas que tem o dever de governar para o desenvolvimento da Nação em todos os setores.O que não vemos e o que impedem que saibamos, e o que desviam por discursos triunfalistas, pode comprometer o futuro de uma Nação.


Não permita que escolham em seu lugar. As pesquisas eleitorais influenciam o voto de uma nação com base em uma minoria. Não permita que escolham por você. Aliás, a quem interessa divulgação de pesquisa eleitoral em véspera de eleição? 
Mas vivemos numa sociedade fragilizada, de educação fragmentada. O analfabetismo funcional ainda garante a eleição da mediocridade e, por isso, muitos, manipulados como a turba que pediu para crucificar Jesus e soltar Barrabás continua aplaudindo aquele que lava as mãos de suas responsabilidades.